papawemba.info

Biblioteca Brasileira de Arquivos

BAIXAR SOLDADOR NO PROCESSO ELETRODO REVESTIDO AO CARBONO E AO


No Curso de Qualificação Profissional Soldador no Processo Eletrodo Revestido em Aço Carbono você vai aprender a soldar chapas e tubos de aço carbono e. processo de soldagem a arco com eletrodo revestido. Eletrodos revestidos para aços carbono consistem de apenas dois elementos principais: a solda. Quando o revestimento não estiver concêntrico com a alma metálica, pode causar a. Contratar Estagiários · Regulamento de Estágio · Download de Formulário · Estágios Supervisionados SOLDADOR AO ARCO ELÉTRICO - ELETRODO REVESTIDO pelo processo eletrodo revestido e controlar a qualidade do cordão de solda estruturas metálicas e ferramentas, utilizando materiais em aço carbono.

Nome: soldador no processo eletrodo revestido ao carbono e ao
Formato:ZIP-Arquivar
Sistemas operacionais: MacOS. iOS. Windows XP/7/10. Android.
Licença:Grátis (* Para uso pessoal)
Tamanho do arquivo:58.77 MB

SOLDADOR CARBONO REVESTIDO E AO AO NO PROCESSO ELETRODO BAIXAR

Tratamento térmico pós soldagem ABS You're using an out-of-date version of Internet Explorer. Conceito Estatuto, criança, adolescente ;. Os vrios tipos de filtros para a soldagem TIG so recomendados em funo de quais parmetros de soldagem? Qual o digito representado por letra maiscula que identifica uma especificao ASTM de metais ferrosos? Fontes de Energia para Soldagem:. Conceitos de grupo e equipe:. Recomendado para soldagem em Cu 0,70 desgaste abrasivo. Por exemplo, caso o metal seja aço, os fumos originados possuem grandes concentrações de ferro e menores concentrações dos demais metais formadores da liga. Luís Manuel Viegas. Além dos preços mais acessíveis e a economia de tempo e dinheiro com deslocamentos, essa modalidade permite conciliar os estudos com outras atividades. Ele uniu. Cr 19,00 Ni 25,00 Mo 4,00 5.

processo de soldagem a arco com eletrodo revestido. Eletrodos revestidos para aços carbono consistem de apenas dois elementos principais: a solda. Quando o revestimento não estiver concêntrico com a alma metálica, pode causar a. Contratar Estagiários · Regulamento de Estágio · Download de Formulário · Estágios Supervisionados SOLDADOR AO ARCO ELÉTRICO - ELETRODO REVESTIDO pelo processo eletrodo revestido e controlar a qualidade do cordão de solda estruturas metálicas e ferramentas, utilizando materiais em aço carbono. Soldador de Estruturas e Tubulação em Aço Carbono no Processo MAG preparado para soldar chapas e tubos por meio do processo eletrodo revestido e arame tubular, atendendo à regulamentação Download e gravação de arquivos;. papawemba.info Prof. Introdução. O processo de soldagem por arco elétrico com eletrodo revestido consiste, do Carbono e do Manganês contidos no aço do eletrodo, são queimados durante a operação de é um fator determinante na fadiga do soldador, deve-se sempre procurar. A Eutectic Castolin possui uma gama de processos de sucesso que foram Soldagem: eletrodos revestidos, arames tubulares, varetas. TIG e arames MIG; . Os parâmetros recomendados neste Manual (corrente de solda, tensão, vazão de gás, etc.) tricloretileno ou com tetracloreto de carbono (atenção aos vapo- res).

Um procedimento para correo de deformaes pelo aquecimento localizado na soldagem de ao carbono, deve ter como temperatura mxima do aquecimento localizado uma temperatura menor que: a C b C c C d C CETRE Curso de Inspetor de Soldagem Nve1 l Caderno de Questes Qual o principal tipo de deformao que ocorre na soldagem de chapas de ao carbono, em juntas de ngulo, sendo as chapas de espessura de 25 milmetros? Das recomendaes abaixo, indique aquela mais adequada fabricao de perfis metlicos compostos por chapas soldadas, do ponto de vista do controle de deformaes: a Usar chanfros em V b Usar a soldagem com passe r c Evitar a decoeso lamelar d Aproximar e balancear as soldas em torno da linha neutra 7.

REVESTIDO PROCESSO BAIXAR CARBONO SOLDADOR E NO AO ELETRODO AO

Dentre os recursos descritos abaixo, indique aquele que dever minimizar as deformaes devido soldagem: a Executar sempre a soldagem com o reforo mximo permitido b Usar sempre que possvel chanfro em V c Utilizar processos de soldagem que tenham altas velocidades de avano da poa em fuso d Usar sempre chanfros e processos que propiciem a menor zona fundida 8. Assinale a s afirmativa s correta s : a A deformao angular provocada pela assimetria na zona fundida em relao linha neutra na soldagem de juntas de topo em ao carbono b A contratao transversal da solda de um junta de topo em uma chapa de ao carbono diretamente proporcional ao mdulo de elasticidade do ao da chapa c O empenamento na soldagem de chapas finas em juntas de topo s ocorre quando o chanfro da junta assimtrico d O recurso para se minimizar a contrao longitudinal da soldagem de junta de topo a no utilizao de dispositivos de fixao e montagem cachorro 9.

Das recomendaes abaixo, indique aquela que se aplica quando se deseja estabelecer uma seqncia de execuo de solda de uma estrutura ou equipamento metlico, do ponto de vista do controle de deformaes: a Utilizar, sempre que possvel, o martelamento associado com a soldagem com passe a r, independente da seqncia de soldagem b Utilizar seqncia que permita, sempre que possvel, a livre deformao longitudinal e que restrinja a contrao transversal c Formar e soldar primeiro os subconjuntos da estrutura ou equipamentos e depois soldar estes subconjuntos entre si, procurando, sempre que possvel, estabelecer uma simetria na seqncia da montagem e soldagem destes subconjuntos d Executar as soldas na ordem do comprimento das mesmas, isto , iniciando com as de comprimento maior e terminando com as de comprimento menor Na soldagem de uma junta de topo de duas chapas de ao carbono, o metal de adio a ser empregado poder ser escolhido dentro de trs opes apresentadas abaixo.

Tendo em vista minimizar deformaes, escolha o metal de adio mais indicado:. A fabricao do caso de um determinado trocador de calor com chapas de ao carbono envolve as seguintes operaes: oxi-corte, esmerilhamento, calandragem, soldagem, usinagem e tratamento trmico. Indique a seqncia desejvel de operaes para minimizar deformaes: a Oxi-corte, esmerilhamento, calandragem, soldagem, usinagem e tratamento trmico b Oxi-corte, esmerilhamento, calandragem, usinagem, tratamento trmico e soldagem c Oxi-corte, esmerilhamento, calandragem, tratamento trmico, soldagem e usinagem d Oxi-corte, esmerilhamento, calandragem, soldagem, tratamento trmico e usinagem Para a soldagem de uma junta de topo em ao carbono so propostos trs processos de soldagem, cujas curvas de repartio trmica esto desenhadas abaixo.

Assinale o processo que menor deformao dever provocar:. Qual das variveis abaixo deve constar obrigatoriamente de um procedimento de correo de deformao por meio do aquecimento localizado: a Tipo de gs combustvel empregado b Tipo de maarico a ser empregado c Forma da regio a ser aquecida d Temperatura mxima da regio a ser aquecida CETRE Curso de Inspetor de Soldagem Nve1 l Caderno de Questes Aplica-se calor na regio convexa com maarico tipo chuveiro Maarico chuveiro com uso de dispositivos para auxiliar a correo da deformao.

Nas especificaes ASTM, qual o significado da identificao numrica aps a identificao do grupo ao qual pertence a norma? Correspondem apenas a ordem cronologica e numerdao das normas 2.

Qual o digito representado por letra maiscula que identifica uma especificao ASTM de metais ferrosos? Digito A, ex: A Na classificao AISI, os aos inoxidveis ferrticos so os listados na srie? Srie 4. O que Especificao? Determina de maneira exata as caractersticas de um material e garante suas propriedades 5. O que Classificao? A especificao ASTM B 74b indica que a norma: a Refere-se a metais ferrosos b Foi aprovada em Junho de c de nmero 74, da parte b dos volumes 6 e 32 d Foi aprovada em e que sofreu duas revises e N.

Trs fatores bsicos contribuem para o tipo de fratura frgil por clivagem. Explique sucintamente de que maneira um desses trs fatores contribui para ocorrncia da fratura frgil.

So eles: a Estado triaxial de tenses b Baixas temperaturas c Alta taxa de deformaes A. Quando a componente normal ao entalhe supera a resistncia coesiva do material, sem que ele apresente uma deformao aprecivel, ocorre a ruptura de caracterstica frgil. Nos metais C. C, a temperatura produz um efeito acentuado na ocorrncia de fratura frgil, tal que, diminuindo a temperatura do material, aumenta a resistncia ao cisalhamento do material, consequentemente aumenta a tendncia fratura frgil.

Quando o componente cisalhante da tenso na base do entalhe supera a resistncia ao cisalhamento antes da ruptura, inicia-se a deformao plstica que aumentar proporcionalmente absoro de energia, melhorando consequentemente a ductibilidade e diminuindo a tendncia ruptura de caracterstica frgil. Quais as diferenas entre fratura frgil e fratura dctil? A fratura frgil de aspecto cristalino ocorre por um mecanismo de clivagem, e caracterizada por uma pequena absoro de energia.

A fratura dctil ocorre por um mecanismo de cisalhamento e absorve grande quantidade de energia 3. Como so os corpos de prova para: a o ensaio de impacto Charpy? B o ensaio de queda livre? O CP para ensaio Charpy possui seco quadrada de 10 X 10 mm, comprimento de 55 mm e possui um entalhe no meio do comprimento em uma das faces laterais. O CP para ensaio de queda livre uma placa retangular sob a qual se executa um cordo de solda no qual induzido um entalhe retangular no sentido transversal do cordo de solda.

Explique o que significa o resultado do ensaio de impacto. O resultado do ensaio de impacto apenas uma medida de energia absorvida na fratura de um corpo de prova no fornecendo indicaes seguras sobre o comportamento do material quando submetido ao chqoue em geral 5. Explique qual a limitao do ensaio de impacto.

O ensaio Charpy por utilizar CP com entalhe usinado, no consegue reproduzir a fratura frgil que ocorre nas temperaturas e tenses observadas em servio. O de queda livre utiliza CP com trincas reais permitindo estabelecer as piores condies que inicia uma trinca 6. Explique sucintamente, a correlao entre a energia absorvida e a altura atingida pelo pndulo aps a ruptura do corpo de prova.

A diferena entre a energia potencial do pndulo na posio inicial do ensaio e a energia potencial do pndulo na altura mxima atingida aps a ruptura do cp, exatamente a energia absolvida pelo cp para a sua ruptura.

ELETRODO PROCESSO BAIXAR CARBONO REVESTIDO AO E NO SOLDADOR AO

Quanto ao ensaio de queda livre, descreva: a O mtodo de execuo do ensaio b A finalidade do ensaio c O critrio para a avaliao dos resultados A. O dispositivo de impacto de construo rgida com um raio na superfcie de impacto 25,4mm, pesando de 23 a Kg. O nvel de energia envolvido no ensaio de 3. Determinar temperaturas crticas de transio de ductilidade nula NDT , em aos ferrticos, de espessuras a partir de 15,9mm.

A avaliao do resultados feita visualmente, quando o corpo de prova apresenta uma situao de no quebra, o resultado satisfatrio. Se o corpo de prova apresenta uma situao de quebra, significa que a temperatura NDT do material em teste superior temperatura de teste e o resultado considerado insatisfatrio.

SOLDADOR NO PROCESSO ELETRODO REVESTIDO EM AÇO CARBONO - Cursos - Mundo SENAI

Valor da dureza de um material representa: a A capacidade do material se deformar na zona elstica b A manifestao combinada de vrias propriedades mecnicas do material c A resistncia trao do material d Que o ensaio no destrutivo, pois depende do mtodo aplicado 9. Descreva em que consiste o mtodo de dureza Brinell ensaio consiste em comprimir, por meio de uma carga P, uma esfera de ao, de dimetro D, sobre uma superfcie plana, polida ou pelo menos preparada com esmeril fino ou com lima tipo mura, de um corpo de prova ou pea, durante um certo intervalo de tempo.

A compresso produz uma impresso permanente em forma de calota esfrica de dimetro d, que medida por meio de uma lupa graduada com preciso maior ou igual a 0,1 mm. A medida de d, a mdia de duas leitura tomadas a 90 uma da outra. A influncia da orientao de um corpo de prova transversal Charpy A, ao se ensaiar o metal de solda, de que se obtm no ensaio energia absorvida: a Maior que a obtida se tivesse utilizado um corpo de prova longitudinal b No tem influncia a orientao do corpo de prova c Menor que a obtida se tivesse sido utilizado num corpo de prova longitudinal.

Cite qual o meio utilizado para conferncia de usinagem do raio do entalhe num corpo de prova Charpy A: Faz-se o controle do prfil do CP elaborando-se um gabarito correspondente ao aumento da objetiva do projetor de perfil. O gabarito deve ser desenhado um papel indeformvel e semi-transparente ou transparente, contendo no desenho inclusive as linhas que delimitam a tolerncia e fixado na tela do projetor atravs das presilhas O ao carbono, quando em trabalho a baixas temperaturas, em geral: a Apresenta maior resistncia ao impacto e trao b Apresenta maior oposio movimentao de discordncias, elevando a resistncia deformao plstica c Apresenta maior tenacidade, se comparado com seu comportamento temperatura ambiente d Absorve menor quantidade de energia, ou seja, apresenta maior tendncia a uma forma de fratura por cizalhamento e N.

Cite a diferena na utilizao de corpos de prova Charpy e Izod O corpo de prova CHARPY livremente apoiado na mquina de ensaio com uma distncia entre os apoios, eo pendulo atinge o cp pelo osposto ao entalhe. J o corpo de prova IZOD engastado na mquina ficando o entalhe na altura da superfcie do engaste.

E o pndulo atingi o cp no mesmo lado do entalhe. A energia absorvida pelo pndulo em oscilao livre, de uma mquina de impacto, deve ser: a Somada ao valor obtido b Multiplicada pelo valor obtido c Dividida pelo valor obtido d No considerada e Diminuda do resultado Explique qual a utilizao do ensaio de impacto: E um ensaio empregado no estudo da fratura frgil dos metais, sendo um ensaio dinmico usado em todo o mundo, constando como obrigatrio em vrias normas internacionais, principalmente para materiais usados em baixas temperaturas como teste de aceitao de material.

Explique o que um material dctil: Material DCTIL aquele que quando submetido a esforos de trao apresenta grandes deformaes antes de se romper. Explique o que um material frgil: Material frgil aquele que quando submetido a esforos de trao, se deforma relativamente pouco antes de se romper.

As trs caractersticas de preparao, aplicveis a todos os tamanho de corpos de prova Charpy, so: a Comprimento , espessura e profundidade do entalhe b Comprimento, largura e profundidade do entalhe c Comprimento, raio do entalhe e espessura d Comprimento, raios do entalhe e ngulo do entalhe e N. Antes de executar um ensaio de impacto com corpo de prova Charpy A, de tamanho reduzido, deve-se tomar precaues com: a A temperatura de ensaio, que deve ser modificada em relao temperatura para um corpo de prova de tamanho normal b A distncia entre o apoio da mquina do ensaio que no adequado ao comprimento ao corpo de prova c A tenaz a ser utilizada no manuseio do corpo de prova, que deve ser adequado ao ngulo do entalhe d Todas as alternativas esto corretas Dos materiais abaixo, cite aquele que pode apresentar mudanas de comportamento de dctil para frgil , quando submetido a ensaio de impacto temperatura inferior a 0C: a Ferro fundido b Liga de cobre c Ao austentico d Ao ferrtico e Nenhuma das repostas verdadeira Assinale a afirmativa correta em relao ao ensaio de impacto Charpy: a Um alto valor indicado no mostrador da mquina de ensaio corresponde a um material de excessiva fragilidade b Um valor baixo indicado no mostrador da mquina de ensaio est relacionado fragilidade excessiva do corpo de prova e alta absoro de energia c Um valor alto indicado no mostrador da mquina de ensaio est relacionado a uma elevada tenacidade do corpo de prova e alta absoro de energia d No h possibilidade de se relacionar, tenacidade e energia absorvida com o valor indicado no mostrador da mquina de ensaio e N.

O valor mais alto 30 kgf.

Caderno de Questoes Completo - Gabarito

Cite os critrios utilizados na avaliao dos resultados do ensaio de impacto. Percentual de cisalhamento, expanso lateral e valor mdio de energia absorvida. O ensaio de dobramento tem a finalidade de: a Indicar o limite do escoamento do material ensaiado b Indicar qualitativamente a ductilidade de um material c Avaliar quantitativamente as propriedades mecnicas de uma solda d Avaliar quantitativamente, atravs de aparelhos, a ductilidade de um material e Existem trs alternativas corretas.

O ensaio de dobramento, em corpo de prova soldados, segundo o mtodo de: a Dobramento semiguiado ou dobramento guiado b Dobramento semiguiado c Dobramento guiado d Dobramento livre e Nenhumas das alternativas Dois corpos de prova de mesmas dimenses submeteram-se a ensaio de dobramento guiado.

O corpo de prova X foi ensaiado com um cutelo de dimetro 2 vezes menor que o utilizado par ao ensaio do corpo de prova Y. Mantendo-se inalteradas as demais condies de execuo do ensaio, pode-se concluir que: a Com a utilizao de um cutelo2 vezes maior par ao corpo de prova, o mesmo no teve condies de ser ensaiado b O corpo de prova Y sofre maior alongamento na zona de trao do que o corpo de prova X c O corpo de prova X apresentou maior deformao na regio de trao do que o corpo de prova Y d Existem duas alternativas corretas e Nada se pode afirmar Um corpo de prova soldado, tipo transversal de face, foi submetido ao ensaio de dobramento.

Na avaliao dos resultados do ensaio, o inspetor de soldagem procurou observar a Descontinuidade na zona de trao, na face da solda do corpo de prova b Descontinuidades na zona de compresso, na face da solda do corpo de prova c Descontinuidades na zona de trao, na raiz da solda do corpo de prova d Dobras de laminao na chapa, na zona de trao do corpo de prova e Nenhuma das respostas verdadeira Descreva, em no mximo 15 linhas, no que consiste o ensaio de dobramento: Consiste em dobrar um cp de qualquer seco assentado em dois apoios afastados a uma distncia especificada de acordo com a dimenses do cp, por intermdio de um cutelo que aplica um esforo de flexo no centro do cp, at que seja atingido o ngulo de dobramento especificado.

A carga no especificada e a severidade do ensaio depende do dimetro do cutelo que geralmente igual a trs vezes o dimetro ou a espessura do cp. O limite de resistncia trao definido como: a Tenso de ruptura do corpo de prova b O quociente de menor carga atingida durante o ensaio pela rea da seo inicial da parte til do corpo de prova c O quociente de qualquer carga atingida durante o ensaio pela rea da seo inicial da parte til do corpo de prova d A tenso de escoamento e N.

O comportamento geral dos materiais, quando submetidos a um esforo mecnico, pode ser classificado em dctil ou frgil, dependendo se o material exibe ou no a habilidade de se deformar plasticamente. Analisando a afirmativa acima e os grficos apresentados a seguir, obtidos durante ensaio de trao de 3 materiais distintos, assinale a alternativa correta:. Grfico traado pela mquina num ensaio de trao tem como abscissas as deformaes como ordenadas as cargas F.

Esse grfico tem a mesma forma do diagrama tenso deformao. Do mesmo modo a deformao em cada instante obtida pela variao do comprimento por um valor constante que o comprimento. Esse fenmeno comum nos aos carbono comuns, com baixo teor de carbono Justifique, corrigindo, as alternativas falsas indicadas na questo anterior: A regio plstica que caracterizada pelo encruamento do material, termina ao se atingir a tenso mxima.

Em funo no s do material como tambm da velocidade de deformao velocidade do ensaio. Um corpo de prova soldado foi tracionado rompendo na solda. A tenso de ruptura, r, foi inferior tenso mnima especificada para o metal base. Um inspetor de soldagem na situao acima: a Solicitaria a repetio do ensaio b Reprovaria o procedimento de soldagem c Aprovaria o metal de base e reprovaria o metal de adio d Aprovaria o metal de adio e reprovaria o metal de base e Nada se pode afirmar.

Um valor alto na escala de um durmetro Rockwell caracterstico de uma impresso profunda no material ensaiado, porque o nmero de dureza inversamente proporcional profundidade de impresso, responda: a A afirmao e a razo so falsas b A afirmao e a razo so verdadeiras, mas a razo no adequada c A afirmao falsa e a razo verdadeira d A afirmao verdadeira e a razo falsa e A afirmao e a razo so verdadeiras Cite as cargas que podem ser utilizadas empregando-se a dureza Rockwell normal Pr carga de 10kgf Suplemento de carga de 50, 90 e kgf Totalizando 60, e kgf.

Chega-se ao resultado de um ensaio de dureza Rockwell primeiramente fazendo-se a medio: a Da profundidade de impresso b Das diagonais da impresso c Do dimetro da impresso d Dimetro do penetrador e Duas alternativas esto corretas Quanto ao ensaio de dureza Vickers, pode-se afirmar que: a utilizado para todos os tipos de materiais devido grande quantidade existente de escalas no mtodo b As impresses provocadas so muito pequenas, no inutilizando a pea c No utilizado em dureza superficial, fato este somente atendido pela dureza Rockwell superficial d Pode ser utilizada na determinao dos constituintes individuais de uma microestrutura Cite duas vantagens na utilizao dos durmetros portteis: Para ensaio em equipamentos, em peas de grande porte ou qualquer condio onde impossvel o uso de aparelhos estacionrios Facilidade de manuseio em funo de poder ser utilizado em outras posies alm da vertical Utilizando-se de durmetros portteis, para medio de dureza Brinell, chega-se aos resultados atravs: a Da medio da reao provocada no penetrador aps o alivio da pr-carga b Da comparao das diagonais das impresses c Da medio da profundidade das impresses d Da comparao dos dimetros das impresses e H duas alternativas corretas O ensaio macrogrfico pode ser realizado para: a Definir os contornos de gro de uma estrutura metalogrfica b Definir os limites entre as zonas fundida e afetada termicamente de uma junta soldada c Determinar o grau de acabamento de uma superfcie usinada d Determinar a forma do chanfro de uma junta soldada.

Na soldagem pelo processo TIG , qual o tipo de produto que deve ser evitado nas imediaes de soldagem, devido ao risco de sua decomposio pelos raios ultravioletas, liberando gases txicos?

PROCESSO CARBONO AO SOLDADOR E NO ELETRODO REVESTIDO BAIXAR AO

Solventes e desengraxantes 3. Como devem ser transportados e utilizados os cilindros de gases liqefeitos?

Transportados e utilizados na posio vertical 4. Em que condies o oxignio pode reagir violentamente com leos ou graxas? O oxignio sob alta presso 5. Qual o cuidado a ser tomado quando capacetes, mscaras e culos so transferidos de um soldador para outro?

Soldador de Tubulações (ER/ TIG)

Capacetes, mscaras e culos devem ser desinfectados 6. Quais os dois tipos de raios nocivos emitidos pelo arco eltrico e os danos causados pelos mesmos? Para que servem os filtros ou vidros protetores? Filtros tem a funo de absorver os raios tnfravermelhos e ultra violetas 8.

De que materiais devem estar isentas as vlvulas que fazem regulagem do oxignio?

CARBONO E ELETRODO NO AO AO SOLDADOR REVESTIDO BAIXAR PROCESSO

Devem estar isento de leo ou graxa 9. Qual a vantagem da mscara de soldador com fixao por cameira em relao a mscara de soldador com empunhadura manual? O Soldador fica com as duas mos livres Quais as caractersticas dos materiais utilizados na fabricao dos capacetes e mscaras? Resistentes, leves, isolantes trmicos e eltricos, no combustveis ou auto extinguiveis e opacos Qual a finalidade das lentes ou lminas protetoras e de que materiais so fabricadas?

Proteger os filtros nos capacetes, mscaras e culos contra salpicos de soldogem e arranhes. Devem ser transparentes, de vidro ou plstico auto extinguivel. Quando se faz necessria a utilizao de equipamentos individuais de respirao?

Qual o cuidado a ser tomado quando se transfere de um trabalhador para outro o equipamento individual da respirao? Deve ser devidamente desinfectado Qual o significado da marcao de lentes filtrantes com a letra H? A letra H significa que as lentes so tratadas para ter resistncia de impcato Tipos de processos de limpeza de superfície da junta ser soldada.

Técnicas para emendas dos cordões de solda. Tipos, características e aplicabilidade da limpeza mecânica entre os passes de soldagem. Sobre o produtor. Enviar mensagem Cancelar. Seu nome. Seu e-mail. Enviar Cancelar. Vendas suspensas : As vendas para este evento foram interrompidas. Central de ajuda. Publique seu evento. Entrar com o Facebook. Mantenha-me conectado. Um pouco de toxicologia ocupacional. Soluções neutralizantes para produtos químicos. Amostradores passivos. Produtos químicos como fatores de risco.

Exposições ocupacionais ao negro de fumo. Sílica livre cristalizada. Citações de agentes químicos no PPP. A química da segurança. Exposições ocupacionais a poeiras orgânicas.