papawemba.info

Biblioteca Brasileira de Arquivos

BAIXAR MUSICA CADA PALMO DESSA ESTRADA EU CONHEO BEM


Cada palmo dessa estrada eu conheço bem Lobo da estrada, fera do volante La história de la música sertaneja Liu & Léu, As Galvão, Jorge & Mateus. Cada palmo dessa estrada eu conheço bem / Vou levando minha vida nesse vai e vem / Não tem chuva não tem sol / Não tem noite e não tem dia / Cada. Aprenda a tocar a cifra de Rédeas do Possante (Zezé Di Camargo e Luciano) no Cifra Club. Cada palmo dessa estrada eu conheço bem / Vou levando minha.

Nome: musica cada palmo dessa estrada eu conheo bem
Formato:ZIP-Arquivar (MP3)
Sistemas operacionais: MacOS. Android. iOS. Windows XP/7/10.
Licença:Somente uso pessoal
Tamanho do arquivo:6.53 MB

É isso que você vai fazer. E eu conheço e frequentei o Projeto Quatro Varas Os seguranças devem ter contado para alguém. A shankar. Ermeson Celedonio. Volto com o carro, Deus que me perdoe. Maravilhosa, essa poesia!!! Ele parece entediado? É outra doma. Mas agora chega, crianças. Vamos, finja que você é o juiz russo. Vou dar um exemplo melhor depois. Vem com a gente! Nossa eu chorei bastante, pois lembrei da minha cidade natal na bahia. Dance até o bar! E falei: - Oi, você quase decepou o rabo da minha gata, obrigada. Quando meus pais finalmente chegaram em casa, Victoria e eu havíamos descoberto que o vídeo tinha sido postado originalmente no youtube, aí no fórum dos Lolitas e aí fora pego por, bem, todo o resto. Achei outro mundo!

Cada palmo dessa estrada eu conheço bem / Vou levando minha vida nesse vai e vem / Não tem chuva não tem sol / Não tem noite e não tem dia / Cada. Aprenda a tocar a cifra de Rédeas do Possante (Zezé Di Camargo e Luciano) no Cifra Club. Cada palmo dessa estrada eu conheço bem / Vou levando minha. Cada palmo dessa estrada eu conheço bem. Vou levando minha vida nesse vai e vem. Não tem chuva não tem sol. Não tem noite e não tem dia. Cada cidade. Download César Menotti e Fabiano - Rédeas Do Possante, Baixar César Menotti e Fabiano Cada palmo dessa estrada eu conheço bem. Letra e música de Rédeas do Possante de Zezé Di Camargo e Luciano. Cada palmo dessa estrada eu conheço bem Lobo da estrada, fera do volante.

Foi assim que aconteceu. E Victoria nunca conseguiu esquecer o fato de que as botas ficaram totalmente estragadas. Meu pai estava entalhando uma abóbora quando desci para esperar por Victoria, quase tropeçando na nossa gata, Bendomolena, e me matando. Acho que se pode dizer que Bendy é um gato, mas ela é mais uma bola de pelos do tamanho de uma mala do que um gato. Igual à Bendomolena. Digamos apenas que ninguém deveria entalhar uma abóbora enquanto assiste aos Steelers perderem um jogo.

Como resposta, recebi o Olhar de Pai. Aprendi isso nas Bandeirantes. Além do mais, os uniformes davam coceira. Ele é um cara muito tradicional.

Victoria entrou sem tocar a campainha e foi até a cozinha no momento em que meu pai acidentalmente raspava fora um dos dentes da abóbora. Meu pai empurrou os óculos para cima do nariz de novo. Ela tirou a embalagem de Magenta Maravilhosa da bolsa. Victoria estava espiando por cima do meu ombro.

CADA BEM MUSICA EU ESTRADA PALMO BAIXAR DESSA CONHEO

Bem punk, Sr. É assim que eu gosto. Eu amo o meu quarto. Victoria também ama o meu quarto, mas nunca vai admitir. Bem, mais para ativo do que para bagunçado. Tenho um quarto muito ativo. Que egocêntrico. Eu o odeio. Victoria também ainda o odiava. Um boneco do Ken? Alguma coisa? Tenho que trabalhar. Você sabe disso. É verdade. Trabalho em uma loja de sorvetes — me desculpem, uma casa — no shopping. Scooper Dooper. Se existe alguma justiça no mundo, o primeiro grande meteorito a atingir a Terra vai cair diretamente em cima do Scooper Dooper.

Talvez me forme em astrofísica só para poder ajudar a realizar o plano. Ela inclinou. Pare de olhar! Ela fechou os olhos apertado e riu. Você devia faltar ao trabalho e vir com a gente. Ou para ser vela. Ela abriu os olhos. Mais ou menos. Victoria começou a rir. É esquisito. Victoria se acomodou de novo na cadeira e eu podia ver as engrenagens girando dentro da sua cabeça. Isso nunca era um bom sinal. James, o cara com quem eu trabalho? O James que quase teve uma crise nervosa quando os granulados de chocolate e o colorido acidentalmente foram misturados?

Esse James? Só quero alguém que consiga formar frases completas. Eu ri pelo nariz. O Scooper Dooper estava vazio. Ninguém queria sorvete de Menta Marroquina na casquinha de waffle em um dia como aquele. Ele sempre enfia sua camisa de trabalho para dentro das calças, o que me deixa meio louca.

Mas é muito quieto e só fala de trabalho no trabalho. Tentei puxar assunto quando comecei a trabalhar com ele, perguntando sobre filmes, livros e essas coisas, mas ele só gaguejou e balbuciou e finalmente disse: - Acho que precisamos de mais sorvete de nozes. O que eu devia fazer com isso? Ele também é muito magro. Tipo magro estilo top model. E super alto. Ele estuda na nossa escola? Tentei conversar com ele e tudo que recebi de volta foi "sorvete de nozes". Ele é Encarregado de Todo o Resto.

Tenho meus limites. Logo, eu estava cantarolando junto com os Ramones e dançando com "Blitzkrieg Bop" até a caixa registradora sempre que alguém queria uma Coca na temperatura ambiente com um canudo sem sanfona. Um bando de garotos e seus pais chegou às 20h45, quinze minutos antes da hora de fechamento do shopping, às 21h.

É um single novo; nós recebemos na sexta-feira. Liguem e me digam se odiaram. Chama-se "Audrey, espere! Este era o pior momento de todos. James me deu um olhar estranho, me entregou outra concha e disse: - Sirva agora, pense depois. Era ultrajante. Me virei para a primeira criança na minha frente e podia ver que a estava assustando. Que tamanho de casquinha, senhor? Eu mal conseguia ouvir o DJ por cima do barulho.

Gostei disso. Gostei muito disso. Vamos tocar de novo na próxima hora, fiquem ligados. Eu o reconheceria em qualquer lugar. James continuava a me olhar esquisito e mantive a cabeça abaixada, as bochechas em chamas, tentando tirar o sorvete com a concha e servir e mandar todo mundo embora dali. Você ouviu aquilo? Dois clientes que pareciam prestes a entrar na loja me viram dando o ataque e se viraram para ir embora. Dez mil? James estava com uma cara que parecia que eu ia atirar nele.

Talvez 15 mil? Talvez estivesse esperando que eu explodisse pelo Scooper Dooper todo. Só o que posso dizer é: Deus abençoe Victoria.

Do outro lado do shopping e pela porta de vidro, vi o carro de Jonah encostar no meio-fio. Talvez se sua casa estivesse pegando fogo ou algo assim ela se apressasse, mas seria preciso um ato de Deus ou da natureza para fazê-la se mexer. Por quê? Me afundei ao lado dela e tirei meu chapéu enquanto Jonah entrava lentamente na loja. Aí, ela se virou de volta para mim e sussurrou: - Ouviu todas essas frases completas? Fingi estar surpresa.

Quer se concentrar por um minuto, por favor! Como você sabe que todo mundo ouviu? Quase deu pau no meu computador. Você vai ficar famosa! Na nossa frente, Jonah estava olhando tanto para os recipientes de sorvete quanto para James. Alguém podia ter perdido um olho. Eu fiz uma pausa. Mas, Audrey! Victoria e eu nos entreolhamos. Ela é a garota do Victoria e eu nos entreolhamos de novo: Ah, é mesmo? Prepare-se para encontrar meu corpo no freezer. Ele ainda estava olhando para o sorvete e eu parei de fechar o caixa tempo suficiente para lhe servir uma casquinha de Choco-Nozes-À Beça.

Aí, joguei um pano para a Victoria. Ela enrugou o nariz, mas começou a limpar as mesas mesmo assim. Mas só ouvimos os primeiros compassos, porque eu estiquei o braço e desliguei o aparelho de som. O silêncio na loja era ainda mais alto. Lembra-se daquela garota no ano passado, que gabaritou o vestibular e acabou numa matéria no L. Ela é mais famosa do que eu. Posso fazer isso dormindo.

Além do mais, ser descolado vende muito mais do que ser inteligente. Jonah riu e assentiu. Victoria sorriu e passou o braço pelo dele. Ela adorava estar certa. Quando todo mundo perguntar a você como continuou humilde, pode dizer que foi por causa do James. Vou dar um exemplo melhor depois. Depois que eles me levaram até meu carro, entrei e tranquei as portas e esperei para vêlos indo embora. Os dois pareciam muito felizes. O lado de dentro do meu carro estava muito, muito frio.

A luz dos recados estava piscando como um estroboscópio e eu o abri e vi que a caixa das mensagens de texto estava cheia. Mas o que fiz foi varrer a minha agenda de telefones e parar em um dos nomes mais familiares ali.

Evan Dennison. Aí fiquei pensando por que nunca o tinha apagado, por que ele ainda estava ocupando esse espaço, por que ele ainda estava em todos os lugares.

Agi antes de conseguir me controlar. Depois, dirigi para casa em silêncio, passando por decorações do Dia das Bruxas e abóboras acesas e enxuguei meu rosto e chequei meus olhos no retrovisor antes de entrar.

Quando entrei, todo mundo exceto Bendy olhou para mim com expectativa. Deixa eu dizer uma coisa: eu e a natureza? Continuei de casaco só para o caso de haver homens robustos esperando para me arrastar para algum acampamento anônimo no deserto.

Meu pai ergueu uma colher, cheio de expectativa. Na boa, vocês realmente precisam que eu explique mais? Tudo isso levou algum tempo, porque meu telefone ficava tocando a cada dois minutos mais ou menos e é claro que eu precisava verificar o identificador de chamada. Mais tarde, Bendomolena entrou gingando no meu quarto e se acomodou em cima de uma pilha de revistas, sufocando a foto da capa com sua barriga.

Bendomolena nunca gostou de Evan. Minha segunda suspeita veio durante uma de nossas maratonas de conversas telefônicas. Finalmente, uma noite, fiquei entediada. E de saco cheio. E irritada. Ele disse Extintor de incêndio? Só estou brincando. Pegando fogo, Victoria! E ele nem ligou! Ela fez uma pausa por um minuto. Você misturou as Eu podia ouvi-la suspirando alto. Eu meio que queria.

Evan e eu havíamos passado horas na minha cama enquanto meus pais estavam no trabalho. E falei: - Oi, você quase decepou o rabo da minha gata, obrigada.

Eu devia ter sacado na hora. Quer dizer, eu o amei, amei mesmo. É engraçado como cama, travesseiros e cobertas podem mudar a conversa.

As palavras ficam silenciosas e você quer dizer mais e falar menos. É como se pudesse construir seu próprio mundinho. A grana para a compra das caixas de som do meu carro estava sendo consumida regularmente por causa do "Aaah, eu quero esse CD! Talvez fosse uma coisa da semana, uma novidade que se desgastaria assim que a próxima grande banda aparecesse. Isso era só uma coisa local, um garoto da nossa cidade se dando bem. Às 8h01, essa teoria foi completamente destruída.

Rédeas do Possante

Victoria me viu saindo do estacionamento da escola e veio correndo me encontrar. E bom dia para você também. Eu pisquei. Você ligou de volta para ela? O que eu devia dizer? Oi, você tinha a maior queda pelo meu exnamorado, vamos ser melhores amigas e sair para fazer compras? Victória, é claro, continuou indo em frente.

É o que eu faria se fosse ele. Victoria olhou para seu relógio. Errei feio. Victoria mordeu a boca e se inclinou contra a parede.

Vamos, finja que você é o juiz russo. E eu diria 9,8. Sei que é impossível, porque ainda estou aqui de pé hoje. Mas ele deu um pulo estranho que nunca tinha dado antes, isso é certo. Talvez fosse Geologia. Ou Geografia. Quer dizer, eles fazem shows locais, que se dane. E você também! De repente, eu queria estar de volta no meu quarto, com a porta bem fechada e meu CD Segure a Onda!

Respirei fundo. Eu sou muito grilada com essa veia. Pelo menos espere até depois do terceiro tempo. Ouvi um boato sobre um teste surpresa de Biologia e, se eu perder, estou ferrada.

Eu ia acrescentar algo sobre como Sharon Eggleston nunca me roubaria quando vi James passar por mim, sozinho como sempre. Eu estava na enfermaria pegando uma aspirina para uma "dor de cabeça" também conhecido como "bisbilhotando" e ouvi tudo. Em vez disso, fiz ela jurar pelo seu box set do Nirvana que iria explorar as prateleiras enquanto eu ia trabalhar.

Digamos apenas que o nome da garota procedia. E você é a Audrey! Ah, meu Deus! Isso é uma loucura! Simplesmente uma loucura! Ela parece ser muito legal. Como é namorar Evan? O guitarrista é o maior gatinho! Até nosso professor de laboratório mandou um "Puta merda! Audrey, você é uma milagreira! É, levou algum tempo para encontrar Chris Collins. Falar, com ele, no entanto, parecia uma total perda de tempo. O melhor dia da minha vida. Ele disse mais alguma coisa? O que foi, você é ruim de cama ou algo assim?

Estava tentando dar um clima descolado, indiferente, tipo Karen O. Victoria estava me avaliando com os olhos. Suspirei e comecei a destrançar o cabelo. Liderados pelo atletismo vocal Você inventou. Ela apontou para o papel. O de sempre. Victoria sorriu. Jonah tem alguma coisa depois da aula. Sorrimos uma para a outra por cima do teto do meu carro. Crew à mesa da cozinha. Alô, telefone da Audrey. Seus olhos estavam ficando cada vez mais arregalados e ela ficava repetindo:.

Aí, ela cobriu o bocal do telefone e o afastou da orelha. É uma repórter! Me afastei do telefone mesmo enquanto ainda estava presa dentro da minha camiseta feia de trabalho.

Pegue a porcaria do telefone. Suspirei e fiz o que ela mandou. Me desculpe, alô? Estou procurando Audrey Cuttler, por favor? Sou repórter da L. Weekly e Você é repórter de onde?

Estamos fazendo uma matéria sobre bandas locais e queríamos botar alguma coisa sobre os Do-Gooders e eu estava imaginando se você teria um minuto? Claro, tudo bem - disse e olhei para a Victoria, dando de ombros. Assessor de imprensa? Evan tinha um assessor de imprensa?

ESTRADA PALMO BAIXAR DESSA EU CONHEO BEM MUSICA CADA

Meu ódio ferveu de novo e olhei para o relógio que ficava pendurado acima da pia da nossa cozinha. Ela riu e eu vi que estava agradando. Finalmente, alguém para ouvir o meu lado da história! Eles contam tudo para os amigos depois que você vai embora.

REDEAS DO POSSANTE cifra - Sérgio Reis | CIFRAS

Isso foi estranho. Minha garganta de repente pareceu meio apertada. Me diga! Quer dizer, acreditei mesmo. Espero que dê tudo certo. Obrigada por me atender! Ela largou as compras e puxou um saco de laranjas do topo. Eu concordava totalmente em fazer compras e sair para almoçar comida italiana perto da praia, mas, como ela disse: "Vamos ampliar nossos horizontes, que tal?

Olhei para as laranjas. Tenho que ir. Foi divertido e tudo o mais, mas estou atrasada. Na cabeça dela, Victoria nunca faz nada errado. Um minuto atrasada, exatamente como pensei.

Eu sou muito precisa. Odeio isso ainda mais. Ale-maldita-luia, vivo e respiro CDs compilados. O que tem nele? Suspeitei que James sofresse de um caso moderado de TOC. As coisas obrigatórias num CD compilado. Nunca pensei que veria o dia em que o James me faria corar. Graças a Deus, Victoria nunca ficaria sabendo disso. Ele sorriu um pouco. Sharon Eggleston estava na frente do caixa, dando seu sorriso patenteado de flerte para James.

A Sharon voltou os olhos para ele e fez aquela coisa que as garotas fazem quando inclinam a cabeça para baixo e olham para os caras através dos cílios.

Por que eu estava. Por que James estava agindo feito um idiota desajeitado perto dela? E por que eu me importava? Puta merda. Eu toquei o seu cabelo e a vi!

Juro por Deus que Sharon estava gritando. Da Califórnia! Tipo, talvez do planeta! Isso é meio que sério. Tanto eu quanto Sharon olhamos para ele. Levou duas semanas para a matéria da L.

Evan estava igualzinho, só que com o cabelo mais comprido e um sorriso maior e, tudo bem, admito, eu ainda o achava gatinho. Talvez gostoso. Sharon Eggleston, que nunca foi de perder uma festa, continuava dizendo oi para mim junto com seu bando de amigas e me contando o que ia fazer o resto do dia. Por exemplo "Ah, oi, Audrey! Mas é claro que eu continuava amarelando e dizendo "Ah. E, além do. Possibilidades que ainda estavam para chegar. Devíamos estar lendo Folhas de relva, mas em vez disso todo mundo estava só deitado ao sol, olhando para o livro de vez em quando.

Pode ser uma oportunidade, sabe. Podíamos ir a pré-estreias de filmes, ganhar butim no Grammy Me joguei na grama e fiquei olhando as folhas balançando acima da minha cabeça. Whitman tinha sacado uma coisa com sua filosofia de "Vamos todos amar a natureza", precisava admitir.

Batizar shoppings novos? Contar piadas infantis como show de abertura do Evan? Olhe, você é a Audrey. É minha melhor amiga, a pessoa mais incrível que eu conheço e todo mundo vai amar você. Só tem que sair e ficar aberta para qualquer oportunidade que possa estar disponível. Ela jogou um punhado de grama em mim.

Eu sou realista. E por aí vai. The Clash? Eu, hum, também botei umas outras coisas aí. Cada cópia de Folhas de relva havia sido, bem, deixada na relva. A capa era uma colagem incrível de fotos em preto e branco. Olhei para ela enquanto os olhos do James se arregalavam. Elson - Espero que curta o CD. Ele sorriu enquanto se esquivava para longe e apertei a caixa com um pouco mais de força.

Victoria se inclinou para perto e sussurrou: - Precisamos conversar. Ele fez um CD para mim. Nota: artes linguísticas? Esse é o tipo de namorada que Victoria é. Eu o vi entregando um CD para você. No entanto, as esperanças de bisbilhotar o fórum e as mensagens foram destruídas quando encostei o carro na frente de casa e vi os carros dos meus pais na frente da garagem.

Boto na conta do otimismo ou da ganância. Aí o pensamento seguinte: Ah, meu Deus, Bendomolena finalmente atacou o carteiro. Aí, Ah meu Deus, alguém morreu.

Quando finalmente entrei na cozinha, estava tendo um leve ataque de pânico. Weekly, para ser exata. Quatorze cópias da L. Ah, Jesus. Meu pai ergueu uma sobrancelha, aí pegou um dos jornais. A melhor coisa, ela diz com uma risada: 'Todo o sexo! Adivinhem de onde vem o meu sarcasmo. Em "Audrey, espere!

ESTRADA CADA PALMO CONHEO EU BEM BAIXAR DESSA MUSICA

E o que a garota acha disso? Aquela vaca. Nem gosto de chamar os outros de "vaca", mas Meu pai empurrou os óculos de volta para cima do nariz e olhou para mim.

O artigo foi publicado em alguns jornais. Levei um minuto para perceber o que ele tinha dito. Sou repórter do USA Today.

Estamos interessados em falar com Audrey Cuttler por alguns minutos para uma matéria que estamos fazendo sobre celebridade na adolescência e Eu lhes contaria o que mais ele disse, mas sério, minha mente se fechou naquele momento. Minha pele parecia felpuda e quente e eu sabia que estava com aquela cara de peixe que Victoria odeia. Ela nunca vai confessar que lê revistas de fofocas, mas eu sei que as devora quando vai à pedicure.

Me afundei em uma das cadeiras da cozinha e comecei a dobrar uma ponta da Weekly. Depois que nós terminamos. Sobre mim. E ela é boa. As pessoas gostam. Eu podia ver os olhos do meu pai se arregalando cada vez mais até parecer que ele tinha duas bolas de golfe na cabeça.

Agora meus olhos também estavam bastante arregalados. Esse dia estava se tornando cada vez mais revelador. Juro por Deus, ela engasgou mesmo.

Se havia alguma pequena misericórdia nesse mico todo, era que o Evan nunca mencionara sexo explicitamente na letra. Meu cérebro ia derreter e escorrer pelos meus ouvidos. O telefone começou a tocar de novo. Desta vez, nós todos ficamos escutando, esperando para ver quem era. Ah, oi, Sr. Cuttler, caso vocês ouçam isso primeiro.

Nós todos olhamos uns para os outros depois que a Victoria desligou. Sentia vontade de chorar — meus pais estavam chateados, Victoria estava apoplética e agora todo mundo ia achar que eu era alguma tiete piranha. Meu pai suspirou. Ela revirou os olhos para ele. Arquivei isso para futuras referências. Estava começando a odiar o som do meu próprio nome.

Pensei por um minuto. De jeito nenhum. Como se eu precisasse de mais drama paterno naquele momento. Fingi inocência. Isso é importante? Ela piscou duas vezes. Ficamos todos desconcertados com essa. Ela pode ter algumas ideias. Agora foi a minha vez de piscar. Escrevem sobre coisas como conserto de carrinhos de golfe e liquidações de verduras no supermercado! E ela é o departamento de RP.

Podia ver que ele estava muito mais satisfeito com essa ideia do que com uma que envolvesse tietes do sexo masculino. Vocês disseram no mês passado que eu podia ir — acrescentei rapidamente. Mas quando o telefone começou a tocar de novo tudo que queria fazer era ir para o meu quarto. Meus pais. Sharon Eggleston. Meu estômago teve cólicas com a ideia e eu rolei de lado, levando meu travesseiro comigo. Vou dizer uma coisa a respeito dessa gata: ela pode pesar quilos e ser um bichopreguiça, mas sabe quando preciso dela.

O Radiohead começou a tocar exatamente nessa hora e cantei "Karma Police" para ela enquanto fazia carinho em suas orelhas. Ainda estou viva. O mundo todo é um palco, digamos, com a adolescente de 16 anos Audrey Cuttler no papel de Julieta". Soa como se devesse ser o nome da loja de roupa mais idiota do mundo no shopping mais idiota do mundo.

Preciso confessar era bem engraçado olhar para nossas fotos amontoadas e ver fotos minhas espalhadas ao lado de fotos de astros do rock. Ah, é. A foto. Isso foi muito divertido. Vai consumir 10 anos da sua vida, juro por Deus.

Além disso, "Audrey, espere! Graças a Deus. Mas quem liga para isso? Notícias instantâneas! Sou obsessiva com minhas revistas e sempre. Eu amo dia de show. Simplesmente amo. Mesmo quando estava namorando Evan e indo a shows toda semana, sempre havia uma certa energia no ar quando sabia que íamos sair. Além disso, estava pronta para sair de casa e de perto dos meus pais, que agora estavam totalmente paranóicos que eu fosse começar a falar com todos os repórteres que estivessem por acaso andando pela rua.

Porém, além da escola, tudo o que eu tinha feito era ir ao trabalho e à casa de Victoria para comer comida chinesa gordurosa e assistir a vídeos de madrugada na MTV para podermos rir deles. O que era fofo. Mas estou desviando do assunto. Enfim, os dias de show têm uma certa eletricidade.

Tudo bem, gostosa. Eu gosto de estar gostosa quando estou dançando. Se você vai ver uma banda chamada Lolitas, tem que jogar seu melhor jogo, entendem o que digo? E aí, tive uma epifania: meias de cano longo. Cinco minutos depois, havia cortado os pés de um par de meias do meu pai e as puxado para cima dos meus braços de tal forma que só os meus dedos e a parte de cima dos braços apareciam. Quando ela e Jonah encostaram o carro às 16 horas, eu estava pronta. Jonah riu pelo nariz e deu ré para sair da entrada da minha garagem.

Botas maneiras. Eu estava tentando ficar quente e ser original ao mesmo tempo. É como se o time feminino de hóquei tivesse atropelado o Green Day. Vamos falar sobre você! Precisa equilibrar as coisas. Um pouco de yang para o seu yin. Jonah rosnou um pouco no assento do motorista e Victoria revirou os olhos para ele. Juro, se eles passassem o caminho todo se agarrando enquanto a gente estava no engarrafamento, ia me jogar debaixo das rodas do carro.

Pensei no que dizer a ela. Sim, nós tínhamos trabalhado. Vai sujar tudo de gloss grudento. Enquanto isso, eu estava tentando me ver no retrovisor, mas, independente. Victoria se virou e parou de beijar o nariz do Jonah. E, como nós duas somos completamente desajeitadas, conseguimos ambas chutar Jonah no ombro. Olhei para ele, cautelosa. Torci pescoço para olhar para ela. Jonah olhou por cima do ombro para ela.

Ignorei os dois e me virei para a frente para poder fazer a minha maquiagem. Acredite em mim. Acabamos pegando três horas de engarrafamento na autoestrada 5, passando pela Disneylândia e a coroa espetada Space Mountain num ritmo colossalmente arrastado.

Nós vamos ao sho-ow! A onda ia levar um tempo para baixar. Tipo, me encarando. Me comendo com os olhos. Era o gesto feminino mais infantil do mundo e decidi que as odiava. Victoria viu a minha cara e seguiu meu olhar até as garotas. Elas que se fodam. Elas iam me reconhecer. Iam dizer coisas do tipo "Audrey, espere! Pequeno estava fazendo um gesto para cima com o walkie-talkie. Eles querem que você suba. O cara deu de ombros. Pequeno deu um sorrisinho. Ou isso ou ele achava que eu era uma idiota.

Victoria agarrou o meu braço. Eles devem ter visto você entrar. Os seguranças devem ter contado para alguém. Olhei embasbacada para ela. Ela é apaixonada por aquele cantor. Decidi que eu podia curtir a onda zen de Pequeno sobre a história toda. E, enquanto um homem de terno descia apressado escadas e se apresentava como Eric, o promotor do show, percebi que isso estava realmente acontecendo.

E, Deus abençoe o cara com o pescoço grosso, ele entendeu. Eu estava linda. Ninguém mais estava com botas iguais às minhas. Tinha a minha melhor amiga de um lado e o amor de sua vida ao lado dela e, quando o tal promotor voltou com os adesivos de passe livre, colei o meu no quadril, troquei sorrisos com a Victoria e pensei, Vamos dançar. Acho que era a primeira vez que eu ia a um show e ninguém tentava passar por cima de mim ou me pisoteando até a morte no fosso. Tiveram que interromper o show para que ela e outras pessoas pudessem ser puxadas para fora.

Muito assustador. Mas isso? Eu podia me acostumar com isso. E a vista do palco era incrível. Victoria, sutil como ela só, imediatamente começou a olhar em volta para ver se eu estava certa.

Para você. Ela suspirou e descansou a cabeça no meu braço. Seu nariz era pontudo demais. Mas era tarde demais. Victoria me vira apontando. Sinto que tem um monólogo pronto para ser feito. Acho que ele teria me beijado. Acho que eu meio que queria que ele me beijasse. Eles também estavam olhando para mim. Jonah acenou e eu acenei de volta.

Victoria jogou um beijo para ele. Eu me toquei que, em todo o aposento, ela podia olhar para uma pessoa e saber que ele a conhecia, realmente a conhecia, enquanto todo mundo que olhava para mim só me reconhecia.

Nem um pouco. Victoria botou a cabeça de volta no meu braço e disse em sua voz mais baixa: - Vou. E eu meio que quis chorar. Mas aí as luzes se apagaram e Victoria ficou em pé e começou a dar seu assovio maluco enquanto os Lolitas entravam palco.

Quem é que ligava para os Plain Janes? Depois disso, foram só brigas dentro da banda, exposés contando tudo e dívidas enormes. Os Lolitas, no entanto, eram incríveis. Fora que eles eram ingleses e eu babo por gatinhos com guitarras, como vocês devem ter notado, mas acrescente um sotaque londrino e vendo alegremente a minha alma sem pensar duas vezes. Abaixo de nós, a pista estava lotada de gente se movendo, girando, e parecia que estava havendo um terremoto debaixo dos nossos pés enquanto os garotos subiam em cima da plateia, os seguranças os jogavam de volta e os Lolitas balançavam a cabeça, batiam com o pé, fazendo todo mundo acreditar.

Sabia que ia me lembrar daquele show pelo resto da vida - era realmente bom. Dance até o bar! Os olhos dela se arregalaram e a cabeça se esticou para cima. Victoria, seja dito em seu favor, conseguiu se manter de pé. Assenti, olhando para todos os lugares menos para a banda. Mas deve ter sido bom, porque os gritos ficaram mais altos. Ela deu a olhadinha casual por-cima-do-ombro de novo. Isso é para valer. Aí um deles, o vocalista, olhou para mim e nós nos vimos. Se nossos braços se tocassem acidentalmente, eu poderia explodir em chamas.

Fale com ele! Aqueles três minutos quando ficamos um ao lado do outro foram eletrizantes. Sei porque estava fazendo exatamente a mesma coisa com os Lolitas e especialmente com o cara de pé ao meu lado. A Garota Bêbada estava subindo cada vez mais alto e parte da plateia a estava incentivando, incluindo o vocalista dos Lolitas.

Tipo, talvez Acho que se aprende algo novo todo dia. Você é a Audrey. Ele deu de ombros. Seu cabelo era totalmente emaranhado e sujo e completamente sensacional e o jeans parecia ter sido usado em todos os shows que eles haviam feito. Fiquei imaginando se seriam as calças da sorte e aí me toquei que estava pensando nas calças dele e fiquei com o rosto ainda mais vermelho. Victoria estava esperando sua deixa.

Nenhum nervoso para ela. Fiquei imaginando como ela conseguia. Ao meu lado, Victoria e Jonah estavam às gargalhadas por causa de alguma coisa e os braços dele estavam em volta dela como fitas em um presente. Tudo parecia ótimo. Simon parecia ótimo de pé ao meu lado. Ainda assim. Era estranho. Aquela era, decidi, a melhor noite de todos os tempos. O resto da minha vida teria que ser inacreditavelmente maravilhoso, tipo, eu teria que curar o câncer ou salvar as florestas tropicais ou ganhar um prêmio Nobel para poder superar a maravilha que foi aquela noite.

Pareciam entediados, o que meio que me irritou. Eram essas as pessoas que normalmente apareciam no camarim depois dos shows? Com raízes escuras. Tenho que baixar umas! Ela estava sofrendo por ter que ficar quieta, eu podia ver. Parar - disse parecendo um ventríloquo zangado. Ela ainda estava quicando e nem o notou. Meu herói.

Enquanto isso, a voz na minha cabeça estava perdendo o controle. Ana Claudia Santos. José Soares. Que coisa mais linda para vc Celine diego e celso junior Ines Martins. Eunice Moraes. Linda demais. Ianilce Veloso. Adoro ouvir o Braulio Lourdes Chicoli. Esse cabra tem todo respeito de nos nordestinos!!

Ermeson Celedonio. Foi simplesmente emocionante!! Viviane Finotelli. Profunda palavras sinceras e verdadeiras. Teresa Cristina Teca. Aí vai o cordel completo de Braulio Bessa!

Cristiana Teixeira. Deus abençoe seu dom! Gracileide Reiner. Neith Nascimento. Maravilhoso, delicado. Lindo, emocionante e verdadeiro! Chorei Mariadd Peres. Cada dia me apaixono mais por esse Cabra!!! Lindo poema mais esse q ele fez hoje falando de mae q as palmadas da vida doe mais q palmada de mae isso tocou tanto meu coracao q me fez chora Natalia Santiago. Esse homem entre muitos nos orgulha com sua arte e mais por ser um representante da cultura popular nordestina, sou também do estado que revela humoristas e cordelistas como ele eu me orgulho de ser cearense e nordestino Claudioccsan Santos.

Amo suas poesias. Celia Teixeira Andrade. Braulio Bessa, é muita poesia.

Bráulio Bessa faz cordel sobre intolerância (26/5/17)

Normando Cavalcanti Guerra. Suila Ferraz. Amei esse Cordel Gabriela Ortiz de Moraes. Os animais continuam sendo melhores, principalmente na Pureza de sentimentos!

Susana Pires. Valdevino Pereira Valdir. Air Oliver. Concordo plenamente! Georgete Gama. Me emocionei bastante. Esse cabra é demais Guga Cavalcante. Virginia Smith. Braulio simplesmente arrasa Jandira Nicacio. Esse cabra é arretado!!! Lene Luzania. Sempre emocionante Esse foi emocionante! Vc é meu sheakspeare predileto. Marcia Helena Albino.

Maravilhosa, essa poesia!!! Hugo Bittar de Araujo. Que lindo. Quantas verdades. Claudinei Albino Souza. Maravilha Rosângela Emmanoel. Adriane Garcia. Poesia com a Alma Sempre me emociono muito em ouvi-lo,foi definitivamente a melhor coisa que aconteceu no programa.

Nadia Bertoluci. Clamir Pereira Nunes Gonzaga. Amo, adoro poesia com rapadura do braulio. Um primor!!! Dalila C. Por um mundo melhor. Eu sigo acreditando. Rodrigo Thaís. Também me emocionei. Obrigada por vc existir e compartilhar tanta poesia linda. Sou nordestina e me orgulho de saber que existe pessoas como. Obrigada Deus!!!! Lucia Malta. Lindo e emocionante!! Wanda Mattos Baldini.

Um poema divino, "humano demasiado humano"! Roberta Vilhena. Muito lindo! Como ser indiferente? Teresa Cristina da Silva.

Jackeline Ferreira. Amo esse momento. Poesia me emociona sempre! Keke Chaves. Roseane Maria Moura Silva. Lindo demais!!! Fiquei super emocionada e todas as sextas ele me deixa assim. Adoro 'Poesia com Rapadura'. Carmen Santos-Leao. Andressa Santos. Fernanda Araujo. Nunca vir tantas palavras bonitas e verdadeiras como esse cordel Mayrna Kerla. Me emociono muito com suas poesias.

Agradeço a Deus por poder escutar e ver você. Celso Praiah. Minha vida é a prova de que devemos amar sem ser julgados. Apostei nisso, arrisquei e estou ai, amando e sendo amada, mesmo sendo julgada. Carolina Bastos Pereira. Poesia criativa e aberta a liberdade dos amores!

Quando a sanfona falou Jussara Veloso. Linda forma de expressar o AMOR, sentimento nobre. Parabéns lindo programa Selma Cabral. Esse cabra é bom demais!!! Silvania Carmo Silva. Cada verso que ouço deste grande artista fico mais encantada por sua arte e sabedoria Maria Aracy Gunther. Linda poesia do nosso nordeste! Amo quando o Encontro Mostra como o nosso nordeste é maravilhoso! Daisy da Cruz. Elieje Cardoso. Regina Estela Sousa Estela. Bessa, dia 2 de julho é o dia do Bombeiro!

Faz um cordel, ai manda bala. Belíssimas poesias Roger Martins. Conheço o Projeto.

Redeas Do Possante

E em poesia mais lindo ainda. Silvia Feitosa. Tercilene Salles. Eu amo o Braulio gostaria de baixar os Cordeis dele um grd abraço Vina Ramires. E eu conheço e frequentei o Projeto Quatro Varas Grande talento Cristiano L. Janne Oliveiraesilva. Linda mesmo Paola Costa Tavares Tavares. Palavras simples mas que mudam tudo!! Francielly Freitas. Lindíssimo, Emocionante,Verdadeiro.

Elisabeth Dresch. Elizabeth Barboza. Em homenagem a todos os professores do Brasil Valdevan Leite. Eu sou professora. Maristela Gonçalves DE Oliveira. Tu faz uns cordeis arretado macho!!!! Igor Vinícius Alves Moraes. Vou usar na escola que leciono Socorro Silva. Achei muito lindo e verdadeiro!!!!

Fabiane Oliveira. Margarida Feitoza. MAndréa Pantoja. Tenho fé e acredito na força de um professor!!! Deise El-Jakmak. Muito linda essa homenagem aos professores Iraciara Ferreira.

Tem gente em Divinopolus precisando ler este cordel!!!! Taty Gomes. Amo cordel!!! E esse sobre a felicidade e o sorriso Valeu Cheirin Airô Barros.

Hoje é recesso e estou planejando minhas aulas e vendo esta linda homenagem aos professores. Muito obrigada, me emocionei! Adriana Medeiros. Maravilhoso, menino desenrolado da bixiga!!!